25 de mar de 2012

Resenha: Dragonheart


Um bruxo malígno colocou o Grande Dragão, o protetor do reino, em um sono profundo ao petrificá-lo, seu hálito de fogo foi aprisionado em um rubi chamado de Dragonheart. Com o guardião da terra preso, trolls e dragões de fogo correram para Amuck  sendo colocados em cheque por bravos cavaleiros e sagazes caçadoras. Enquanto isso, feiticeiras enigmáticas usam a magia do Dragão para seus próprios fins ...


Como discípulo do Grande Dragão, cabe a você  trazer ordem as várias facções na tentativa de libertá-lo. Ou, como um assecla do mago do mal, você vai querer se assegurar que o Grande Dragão durma para sempre.
Você vai libertar o povo da terra dos terrores que os assolam, ou condená-los ao sofrimento eterno.

Coração de Dragão é um  jogo de cartas para dois jogadores rápido e fácil de aprender, jogável em no máximo 20 minutos. Os jogadores tentam acumular pontos por jogar cartas e coletar cartas do tabuleiro de jogo. O jogador com mais pontos no final do jogo determina o destino do Grande Dragão, e da própria terra.


Muito simples de aprender e não tão fácil de dominar, prova disso que nas primeiras partidas os novatos costumam perder, até que se aprenda como recolher mais cartas do que o seu oponente.


De qualquer forma, a jogabilidade é extremamente simples para qualquer pessoa.Cada jogador recebe um baralho igual em quantidade e valor das cartas.




Cada jogador começa com uma mão de 5 cartas que pode aumentar para 6 caso você capture a miniatura de dragão que é colocada no tabuleiro, depois que o dragão é recolhido por um jogador ele vai trocando de dono a cada vez que um jogador ativar a habilidade da feiticeira que ataca o dragão,
quando isso acontece o jogador que pegou o dragão aumenta uma carta na mão e o que perdeu o dragão diminui uma carta na mão voltando a 5.


Na sua vez de jogar você deve colocar uma carta ou um conjunto de cartas iguais no seu respectivo espaço no tabuleiro, determinados espaços ativam a habilidade de recolher cartas do tabuleiro e assim você vai acumulando pontos de vitória de acordo com o valor das cartas
O final do jogo é disparado após 3 conjuntos de cartas de embarcação terem sido recolhidas, soma-se então o valor de todas as cartas mais 3 pontos para o jogador que controla o dragão ao final do jogo.
Jogo excelente para o que se propõe, 2 jogadores, partidas rápidas e divertidas, com ótima rejogabilidade, em geral se joga várias partidas em sequência, ficando aquele gosto de dominar melhor o jogo a cada partida.

1 de mar de 2012

A mesa perfeita de Catan.


Um dos vídeos  da plataforma Microsoft Surface Table rolando uma partida de Catan, este é o console perfeito para todos os board game geeks de plantão.
Uma mesa destas no salão de festas aqui de casa cairia muito bem.

Pensando bem na sala ficaria legal tbm ou melhor ainda no quarto do meu lado da cama.